Escapadela | Passadiços do Paiva (com vlog)

16:16

Em pleno dia do trabalhador, foi dia de ir trabalhar as pernas. Depois de tanto tempo a desejar lá ir, finalmente fui aos tão afamados Passadiços do Paiva.
Localizados em Arouca, os passadiços consistem num percurso que acompanha o Rio Paiva na sua margem esquerda entre Espiunca e Areinho, num total de pouco mais de 8km.
A verdade é que as fotos demonstram a imensa beleza do lugar, mas nada se compara a estar lá. Estar por ali é respirar a Natureza num estado puríssimo e intocável, as paisagens são deslumbrantes e são o grande incentivo a fazer uma caminhada de nível difícil (sou eu a dizê-lo e no próprio site assim o afirmam).
Comecei em Areinho e a verdade é que não foi muito fácil. Logo no início do percurso apanhei muitas escadas, o que me deixou logo ali toda partidinha. Enfim, apesar deste grande esforço inicial, acabou por compensar, até porque os restantes 6 km foram feito em planície ou a descer. Fazer o percurso contrário, partindo de Espiunca, acaba por ser mais penoso pelo facto de se começar bastante tranquilo em plano e a descer, mas chegados os últimos 2 km apanham uma imensidão de escadas que só de olhar dá vontade de fugir.
Não me admira nada que os passadiços tenham ganho um "Óscar do Turismo", aquilo é mesmo lindo, lindo! Deixo-vos com as fotos e com um mini-vlog:

... e começamos no meio da floresta
 

As escadas iniciais que me fizeram sentar ali mesmo de cansaço...
Sobe, sobe, Andreia, sobe...
Garganta do Paiva

Quando finalmente começas a descer!


Para terem noção do quanto se desce... pessoas com vertigens adoram #SQN


Andreia, arruinando selfies desde 1998...




Chegados à praia, é tempo de abastecer a barriguinha...

A tão ansiada ponte suspensa...




Chegados a Espiunca!
 Para quem pretende visitar os Passadiços do Paiva, deixo-vos alguns conselhos:

- Reservar com antecedência através do site
 Convém reservar com alguma antecedência ou correm um sério risco de não puderem adquirir bilhete para o dia que pretendem. Não convém também arriscar a ir e comprar o bilhete por lá, até porque podem não entrar por os bilhetes estarem esgotados. Existe um limite diário de 2500 pessoas.

- Vestir roupa confortável e leve
O percurso é longo e requer que subamos e desçamos muitas escadas e é aconselhável a não termos as pernas presas.

- O calçado deverá ser o mais confortável possível
 São mais de 8km a caminhar entre passadiços e caminhos de terra batida em monte. É aconselhável que levem umas sapatilhas aos quais se sintam super confortáveis e que não aqueçam demasiado os pés. Afinal, estarão praticamente 2 horas a caminhar!

- Usar protetor solar
Vão estar muito tempo expostos ao sol, logo, é preciso que se coloque um bom protetor solar, sobretudo na cara. Eu coloquei um com factor 50 na cara e foi a minha salvação!

- Levar água e snacks
Convém hidratar bem o corpo durante o percurso e é claro que uma água bem fresca faz esse trabalho na perfeição. Os snacks são recomendados até porque muito certamente chegará a fome durante o percurso.

- Fazer o percurso de manhã 
Isto é para evitar as horas de maior calor e de maior afluência aos passadiços. Eu comecei pouco depois de terem aberto e quando estava a terminar o percurso, 2 horas depois, via imensa gente no sentido contrário ao meu. No início, passava muito pouca gente. Além disto, o calor começou a apertar e todos sabemos que com isso cansamo-nos mais depressa.

- Levar dinheiro para o táxi no final do percurso
Depois de terminado o percurso, só têm duas alternativas: ou voltam para trás (o que provavelmente não será a melhor opção) ou apanham um táxi que vos levará até ao local onde começaram o percurso. O táxi cobra um valor que ronda os 16, 17 euros dado que, de carro, são 13 km para se chegar ao outro lado.


- Apreciar a paisagem, acima de tudo
Em muitos locais a rede de telemóvel é muito fraca ou até mesmo inexistente. Aproveitam para apreciar as belíssimas paisagens, observar a fauna e a flora e ouvir o relaxante som do rio a correr e os passarinhos a cantarem.  Acreditem, não há nada melhor que isso!

Por fim, é tempo de vos "transportar" até lá:


Quem desse lado já foi aos Passadiços? Quem está curioso/a? Contem-me tudo!

You Might Also Like

4 comentarios

  1. Meu Deus, que paraíso! Nunca tinha ouvido falar sobre este local, obrigada por teres partilhado. Sem dúvida que agora está no topo da lista dos locais que quero visitar. É tudo tão lindo aí! Não sei se teria coragem de passar a ponte suspensa ahaha
    Beijinhos
    http://universodamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Nunca fui mas tenho imensa curiosidade ;)
    Beijinho
    https://adiaryb.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Sou de Castelo de Paiva e acreditas que nunca fiz o percurso dos passadiços? Tenho mesmo de fazer é lindo.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt

    ResponderEliminar